Camila Camargo dá detalhes da criação de Joaquim: “Tenho a missão de identificar comportamentos machistas”

Camila Camargo (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Mamãe de primeira viagem, Camila Camargo aproveita o primeiro mês ao lado de Joaquim. A atriz arranjou um tempinho na agenda da maternidade para conversar com a Marie Claire sobre o que aprendeu com a mãe Zilu, como estão sendo os primeiros dias e o que pretende fazer a respeito de criar um homem em um mundo buscando equidade.

Confira: 

Marie Claire: Primeiramente, parabéns pelo bebê! Como está sendo o primeiro dia como mãe?

Camila Camargo: Está sendo um sonho. Cada mamada dele eu só agradeço a Deus pela benção que é ele na minha vida. Tenho estado tão feliz que cada segundo tem sido o melhor da minha vida.

Camila Camargo (Foto: R+R)

 

O que está gostando mais da maternidade?

De tudo. Acredito que a maternidade num todo é divina. Curto cada momento com ele e não consigo escolher algo que goste mais porque realmente tudo com ele é incrível, até trocar fralda. 

E o que está gostando menos?

Acho que só o fato de dormir pouco, mas até isso estou fazendo com prazer, até porque meu marido e eu dividimos à noite então acaba que fica mais suave.

Camila Camargo (Foto: R+R)

 

O Joaquim nasceu de parto normal. Quantas horas demorou para o bebê nascer? Você pensou que fosse desistir em algum momento do parto normal?

Comecei com as primeiras contrações na madrugada de domingo para segunda às 2h, o Joaquim foi nascer na terça as 18:04h então foram umas boas horas. Todo esse processo são divididos em etapas, como prodromo, fase latente, fase ativa, enfim, mas esse foi o tempo entre o começo das dores até o nascimento. Chegou uma hora que eu já estava muito cansada, não conseguia comer, estava muito tempo sem dormir, e eu realmente achei que não daria conta, mas a equipe linda que estava comigo, minha obstetra Dolores, obstetriz Priscila, fisioterapeuta Alessandra, Fora meu marido Léo foram fundamentais para que eu não desistisse, e depois a minha irmã que chegou na fase expulsiva do parto. Foi um processo longo e dolorido mas a dor mais compensadora que tive.

O que sentiu ao vê-lo saindo do seu corpo?

Amor , muito amor, e gratidão. Sinceramente é indescritível, nunca senti algo assim… faltam palavras que descrevam com honraria esse momento.

Você acha que ele aparece com mais com você ou com seu marido?

Meu marido, certeza. 

Camila Camargo (Foto: R+R)

 

Que tipo de mãe você pretende ser?

Acho que amiga, aquela que sempre aposta do bom diálogo, mas serei também a que é leoa e que agarra, beija e abraça o filho o tempo todo rs. Só sei que estou dando meu melhor pra ser minha melhor versão pra ele e por ele.

O que aprendeu com sua mãe, Zilu, que pretende passar para o Joaquim?

Aprendi tanta coisa com minha mãe e meu pai. Acho que o principal foi ter humildade e pé no chão, saber dar valor ao simples e a importância da família, e isso pretendo passar para o Joaquim. Fazer com que ele respeite sempre as pessoas, independentemente de gênero, cor, e opções, que ele seja um ser humano do bem, e com espiritualidade.

Como pretende criar Joaquim em um momento em que as mulheres estão buscando mais espaços, mesmo em um país machista como o Brasil? 

Como mãe sinto que tenho a missão também de fazê-lo identificar comportamentos errados e machistas que muitas vezes são reproduzidos na nossa sociedade como algo normal e que não são aceitáveis, e não podem ser encarados dessa forma. Se conceitos preconceituosos enraizados na sociedade seguem existindo, é no diálogo e no esclarecimento que vamos conseguir que eles percam força. Acredito muito nas novas gerações e acho que somos capazes de criar uma nova Era de mais amor e respeito.


Agencias de Modelos

Agencias de Modelos
Agencias de Modelos do Brasil – VEJA
Agencias de Modelos – CARAS FASHION
Melhor Agencia de Modelos – MAJOR MODEL
Ranking Agencias de Modelos
Ranking Agencias de Modelos do Brasil
Melhor Agência de Modelos do Brasil, Major Model
Agencias de Modelos Sao Paulo
Agencias de Modelos e Manequins

MAJOR MODEL

Major Model melhor agencia de modelos
Major Model eleita a melhor agencia de modelos do Brasil
Major Model é uma boa agencia de modelos?
Major Model site oficial
Major Model Brasil no Linksweb
Major Model agencia de modelos e manequins
Major Model se destaca em desfiles da temporada de moda no Brasil
Major Model Brasil VEJA FASHION
Major Model Brasil Noticias sobre esta agencia de modelos
Major Model Brasil – Marcio Kiss
Major Model Brasil veja sobre esta agencia de modelos no SPFW
Major Model Brasil no CIMSI
Major Model Management Instagram
Major Model Brasil
Major Model Brasil fecha parceria milionaria com grupo frances
Major Model Brasil – MF Composites
Major Model Agency
Major Model Brasil Canal Oficial do You Tube
Major Model Pagina do Linkedin da agencia Major Models
Major Model Canal no Vimeo
Major Model – Saiba tudo sobre a Major Model Brasil
Major Model Pagina do Twitter da Major Model Brasil
Major Model Brasil no 3ICAP
Major Model Brasil no Anuario do Governo
Major Model Brasil no Pinterest
Major Model Brasil no Tumblr
Major Model Brasil, essa agencia de modelos esta no Grover-Fashion
Major Model no Hubblo
Major Model Brasil é a melhor agencia de modelos
Major Model Brasil notícias no Tumblr
Major Model melhor agencia de modelos no Incirclefans
Major Model Agencia de Modelos e Manequins – Site Oficial
Agencia de Modelos Major Model Brasil
Major Model Brasil, modelo da agencia Major em campanha para Hugo Boss
Major Model Brasil na Neoplanos
Major Model é a melhor agencia de modelos do Brasil

Go Network
Alvaro Paes Fashio
Sweetyus
Modelos
Estilo Quem

Mariana Xavier chora ao falar pela 1ª vez de Gabriel Diniz: “Somamos forças”

Gabriel Diniz e Mariana Xavier  (Foto: Reprodução/Instagram)

 

 

Mariana Xavier ainda não tinha falado com ninguém sobre a morte de Gabriel Diniz. Um dia antes, ela comemorava seu aniversário de 39 anos ao lado de alguns amigos em Nova York, nos Estados Unidos, quando foi despertada no dia 27 de maio com a notícia de que o cantor havia morrido em um desastre aéreo.

Leia mais

  • Mariana Xavier lembra dos remédios que tomou para emagrecer: “Engordei 25 kg”
  • Mariana Xavier lembra que já se “violentou muito” para emagrecer

 

Foi um baque terrível. A gente não era amigo íntimo, nos conhecemos no trabalho, mas vivemos juntos um momento muito especial de nossas carreiras. Nos encontramos nesta energia solar, que os dois tinham, então existia uma gratidão mútua. Somamos forças para algo que foi muito marcante em nossas vidas. Quando acontece algo assim, não tem como não ficar baqueada e deixar de sofrer”, desabafa.

Ela protagonizou o clipe Jenifer, que explodiu no Carnaval de 2019, e mostrou que uma mulher pode ser desejada, mesmo sem ter o corpo padrão modelo de passarela. A atriz diz que não tem como não repensar sua própria carreira e como ela coloca um artista em posição de risco.

“Como as carreiras são muito voláteis, temos de aproveitar o sucesso quando ele chega. Quando vem uma boa onda, a gente tem de surfar e nos sentimos pressionados a aproveitar ao máximo. Nesta de querer aproveitar o máximo, a gente acaba abreviando a vida. Aliás, eu penso coisas muito contraditórias sobre isso: sou espírita, então meu lado religioso entende que ninguém morre de véspera. Quando algo acontece, é porque a missão daquela pessoa já se esgotou por algum motivo. O meu lado racional pensa que a gente está se esgotando e se expondo a riscos para vencer na vida e querendo suprir a expectativa do sucesso.”

Mari ainda explica que decidiu não se pronunciar sobre o desastre porque houve um grande assédio por parte da imprensa quando Gabriel morreu. Ela lembra que ainda tentava assimilar a notícia, quando jornalistas ligavam e tentavam fazer uma chamada de vídeo para lhe pegar desprevenida e, talvez, flagrar uma feição de choro.

Foi muito horrível e invasivo. Foi pesado! Eu não queria participar daquela espetacularização da tragédia, sabe? Era algo triste e doloroso demais para participar. Eu não gosto disso, acho feio e não queria de jeito nenhum que alguém achasse que eu estava me promovendo em cima de algo tão triste. Eu só queria estar com meus amigos, receber abraços e agradecer a oportunidade de ainda estar aqui. Eu só consegui pensar que a vida é um sopro [chora]. A gente tem de se preocupar com o que realmente importa, ser nossa melhor versão e deixar as melhores mensagens que pudermos no mundo porque… [chora] a gente não sabe até quando estaremos aqui”, lamenta.

Mariana Xavier e Gabriel Diniz na gravação do clipe "Jenifer" (Foto: Divulgação)

 

Marcelina está de volta

Recuperada e pronta para seguir com seus trabalhos, Mariana está de volta aos sets de filmagem para interpretar sua Marcelina, a mesma que a projetou para o público, uma parceria com Paulo Gustavo na terceira parte do longa-metragem Minha Mãe é Uma Peça, que chega às telas do cinema dia 26 de dezembro.

“O Paulo é hilário até quando está de mau humor. Ele brinca com isso o tempo inteiro! É um trabalho que sempre terei um carinho. Embora eu venha de uma longa trajetória, foi este filme que fez o mundo me conhecer, então tenho muito carinho. É uma história que todo mundo se identifica sempre. Este tema da família é universal e eterno. Tem histórias para ir até a 15ª fase”, acredita.

Ela adianta que sua personagem ficará grávida e esta é a primeira vez que será mamãe em sua carreira. Marcelina ainda terá uma cena muito cômica em que dá à luz no hospital, o que possivelmente não acontecerá em sua vida real.

É uma experiência absolutamente nova. Não sou mãe, não tenho essa pretensão e este sonho de ser, então é interessante viver esta experiência ali. Neste filme, a gente também fala da questão LGBT porque o Juliano se casa, falaremos do acolhimento da família, o que muita gente não tem, e vai falar também como será para uma mãe lidar com estes novos limites. A filha terá as próprias regras, o Juliano terá sua própria casa.”

Além deste clássico do cinema brasileiro, Mari ainda tem dois outros filmes para lançar pela frente:

“O Medida Provisória é um longa dirigido pelo Lázaro Ramos, que tive a honra de fazer este ano, mas tem a previsão de lançamento somente para o primeiro semestre do ano que vem. O terceiro é o Rir Pra Não Chorar, que é uma comédia para falar de coisa séria. Fala sobre o pré-luto”, comenta.

Por último, ela está ansiosa para a estreia de seu primeiro espetáculo solo o Antes do Ano Que Vem, que é uma comédia que trata de assuntos sérios como depressão, solidão e das angústias do mundo moderno.

“Será um texto do Gustavo Pinheiro e direção do Lázaro Ramos. É uma história linda de uma faxineira que fica de plantão na última noite do ano dentro do Centro de Apoio dos Desesperados, uma espécie de CVV. A terapeuta que deveria estar de ali para o atendimento não aparece para trabalhar e a faxineira atende as ligações e conversa com as pessoas que estão pensando em se matar. A Deusuite, com seu jeito simples, é quem fica encarregada de consolar essas pessoas e faz com que elas entendam que é possível ser feliz antes do ano que vem”, detalha sobre o espetáculo que terá pré-estreia prevista para o dia 10 de janeiro no Teatro Iguatemi, em Campinas.


Agencias de Modelos

Agencias de Modelos
Agencias de Modelos do Brasil – VEJA
Agencias de Modelos – CARAS FASHION
Melhor Agencia de Modelos – MAJOR MODEL
Ranking Agencias de Modelos
Ranking Agencias de Modelos do Brasil
Melhor Agência de Modelos do Brasil, Major Model
Agencias de Modelos Sao Paulo
Agencias de Modelos e Manequins

MAJOR MODEL

Major Model melhor agencia de modelos
Major Model eleita a melhor agencia de modelos do Brasil
Major Model é uma boa agencia de modelos?
Major Model site oficial
Major Model Brasil no Linksweb
Major Model agencia de modelos e manequins
Major Model se destaca em desfiles da temporada de moda no Brasil
Major Model Brasil VEJA FASHION
Major Model Brasil Noticias sobre esta agencia de modelos
Major Model Brasil – Marcio Kiss
Major Model Brasil veja sobre esta agencia de modelos no SPFW
Major Model Brasil no CIMSI
Major Model Management Instagram
Major Model Brasil
Major Model Brasil fecha parceria milionaria com grupo frances
Major Model Brasil – MF Composites
Major Model Agency
Major Model Brasil Canal Oficial do You Tube
Major Model Pagina do Linkedin da agencia Major Models
Major Model Canal no Vimeo
Major Model – Saiba tudo sobre a Major Model Brasil
Major Model Pagina do Twitter da Major Model Brasil
Major Model Brasil no 3ICAP
Major Model Brasil no Anuario do Governo
Major Model Brasil no Pinterest
Major Model Brasil no Tumblr
Major Model Brasil, essa agencia de modelos esta no Grover-Fashion
Major Model no Hubblo
Major Model Brasil é a melhor agencia de modelos
Major Model Brasil notícias no Tumblr
Major Model melhor agencia de modelos no Incirclefans
Major Model Agencia de Modelos e Manequins – Site Oficial
Agencia de Modelos Major Model Brasil
Major Model Brasil, modelo da agencia Major em campanha para Hugo Boss
Major Model Brasil na Neoplanos
Major Model é a melhor agencia de modelos do Brasil

Go Network
Alvaro Paes Fashio
Sweetyus
Modelos
Estilo Quem

No papel de surda, Giovanna Rispoli diz que deficientes se sentem representados

Giovana Rispoli (Foto: Divulgação)

 

A deficiência auditiva ainda é pouco abordada nas novelas, mesmo que no Brasil tenham mais de 30 milhões de surdos, entre parcialmente e total, mas em Malhação – Toda Forma de Amar a personagem Milena tem feito um grande sucesso por mostrar que as barreiras caem por terra quando a sociedade está preparada para conviver com estas pessoas.

Giovanna Rispoli, que não sofre com esta deficiência, teve de aprender a falar em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para interpretar esta menina na série teen. A atriz de 17 anos conta que tem sido um grande desafio que deixará um aprendizado para o resto de sua vida.

Leia mais

  • Giovanna Rispoli fala sobre virgindade e namoro à distância: “Confiança mútua”
  • Millennials estão perdendo a virgindade mais tarde do que seus pais

 

Além da língua de sinais que eu aprendo um pouco mais a cada dia, todo o universo dos surdos é algo totalmente novo para mim, eu não tinha ideia das diferenças dentro da comunidade e da falta de acessibilidade para eles. Espero que, como eu, a sociedade também consiga aprender mais sobre a surdez com a Milena”, torce.

Ela diz que o processo para aprender Libras ainda tem sido bem difícil, pois depende de um professor que ensina todas as suas falas nesta linguagem e tira dúvidas quando necessário.

Qualquer língua nova é bem difícil de aprender e não sendo falada é ainda mais complicado, mas eu amo, é incrível! Estou me preparando desde março com o professor, Bruno Hassib, que é surdo, e isso faz toda diferença na minha preparação e na veracidade também da expressão facial”, explica.

Giovanna lembra que já cruzou com alguns surdos nas ruas que fizeram questão de conversar em libras e confessa que se emocionou com o carinho que recebeu daquelas pessoas.

Já cruzei com uma menininha que era deficiente auditiva (que não sinalizava) ela veio tirar foto comigo e eu quase chorei de emoção, foi lindo! Eu vivo recebendo mensagens incríveis em minha rede social de pessoas que são surdas e deficientes auditivas e fico muito feliz por eles expressarem que estão se sentindo representados.”

Giovana Rispoli (Foto: Divulgação)

 

Pedofilia

Antes mesmo de entrar em Malhação, a atriz tinha uma certa experiência com adolescentes quando mantinha um canal no Youtube com sua melhor amiga, Jade, há apenas três anos. Apesar do foco ter sido conversar com as pessoas da mesma idade que a sua, homens mais velhos assistiam os vídeos e as assediavam, mesmo que perceptivelmente se tratassem de menores de idade.

Éramos assediadas diariamente por meio dos comentários vindos principalmente de homens mais velhos que viam o nosso canal como um lugar para satisfazer seus desejos. Além disso, ouvíamos assobios na rua, gritos e buzinadas. Infelizmente este também é o cotidiano de muitas mulheres”, lamenta.

Ela ainda salienta que estes internautas tinham a audácia de enviarem mensagens particulares, inclusive no Instagram, e as meninas apagavam antes mesmo de lê-las.

Quando começamos o canal tínhamos 14 anos e, naquele período, preferimos não falar nada e só excluir as mensagens. Meus pais e os dela chegaram a ver alguns desses comentários e num caso bem específico pensamos em denunciar, mas sentimos medo. Infelizmente a maioria era de cunho obsceno. Se fosse só elogiando de forma respeitosa, com certeza não ficaríamos tão incomodadas”, lembra.


Agencias de Modelos

Agencias de Modelos
Agencias de Modelos do Brasil – VEJA
Agencias de Modelos – CARAS FASHION
Melhor Agencia de Modelos – MAJOR MODEL
Ranking Agencias de Modelos
Ranking Agencias de Modelos do Brasil
Melhor Agência de Modelos do Brasil, Major Model
Agencias de Modelos Sao Paulo
Agencias de Modelos e Manequins

MAJOR MODEL

Major Model melhor agencia de modelos
Major Model eleita a melhor agencia de modelos do Brasil
Major Model é uma boa agencia de modelos?
Major Model site oficial
Major Model Brasil no Linksweb
Major Model agencia de modelos e manequins
Major Model se destaca em desfiles da temporada de moda no Brasil
Major Model Brasil VEJA FASHION
Major Model Brasil Noticias sobre esta agencia de modelos
Major Model Brasil – Marcio Kiss
Major Model Brasil veja sobre esta agencia de modelos no SPFW
Major Model Brasil no CIMSI
Major Model Management Instagram
Major Model Brasil
Major Model Brasil fecha parceria milionaria com grupo frances
Major Model Brasil – MF Composites
Major Model Agency
Major Model Brasil Canal Oficial do You Tube
Major Model Pagina do Linkedin da agencia Major Models
Major Model Canal no Vimeo
Major Model – Saiba tudo sobre a Major Model Brasil
Major Model Pagina do Twitter da Major Model Brasil
Major Model Brasil no 3ICAP
Major Model Brasil no Anuario do Governo
Major Model Brasil no Pinterest
Major Model Brasil no Tumblr
Major Model Brasil, essa agencia de modelos esta no Grover-Fashion
Major Model no Hubblo
Major Model Brasil é a melhor agencia de modelos
Major Model Brasil notícias no Tumblr
Major Model melhor agencia de modelos no Incirclefans
Major Model Agencia de Modelos e Manequins – Site Oficial
Agencia de Modelos Major Model Brasil
Major Model Brasil, modelo da agencia Major em campanha para Hugo Boss
Major Model Brasil na Neoplanos
Major Model é a melhor agencia de modelos do Brasil

Go Network
Alvaro Paes Fashio
Sweetyus
Modelos
Estilo Quem

Vestido jeans: a tendência denim para usar no calor

Vestido jeans (Foto: Getty)

 

Mesmo se você não for a maior fã de jeans do mundo, tenho certeza que seu guarda-roupa tem alguma peça desse tecido. Extremamente prático, versátil e confortável, o jeans é coringa. Uma pesquisa da Lucra de outubro de 2016, realizada em cinco países (Brasil, Alemanha, China, Estados Unidos e Espanha), revelou que o jeans é peça chave para mulheres nos mercados abordados. Cada uma tem, em média, oito peças jeans. A média brasileira é a mais alta: as mulheres costumam ter 9,3 peças jeans cada uma.

O calor está chegando e, na maioria dos estados do país, as altas temperaturas já estão dando as caras. Enquanto você se prepara para tirar as peças frescas do armário, que tal uma alternativa ao shorts e à minissaia jeans? O vestido! Dos amplos e fluídos aos mini, justinhos, os vestidos jeans são a forma mais prática de usar denim no calor, já que são peça única (palavra-chave: praticidade ao máximo) e do tecido mais amado. Veja cinco looks para te inspirar a usar vestido jeans:

Vestido curto jeans (Foto: Getty)

 

Parece uma camisa com saia, mas é um vestido curto num tom escuro de jeans. Para as discretas!

Vestido jeans amplo (Foto: Getty)

 

Em versão ampla do vestido jeans com babados e daddy sneakers. O truque de abrir os botões de baixo é útil para os dias quentes. 

Vestido jeans com jaqueta amarrada (Foto: Getty)

 

Essa é boa para quem gosta do look all jeans: a jaqueta amarrada na cintura também enriquece o visual, por adicionar mais informação.

Vestido jeans com tênis (Foto: Getty)

 

Mais fresquinho, impossível! O vestido (de um ombro só, midi e com babado, ou seja, cheio de tendências) e um tênis fizeram o look.

Vestido jeans amplo (Foto: Getty)

 

Mais uma vez, o vestido jeans mostra que não precisa de muitos complementos para fazer bonito no look: os botões fechados até em cima e a meia aparecendo com o tênis dão o toque charmoso.


Agencias de Modelos

Agencias de Modelos
Agencias de Modelos do Brasil – VEJA
Agencias de Modelos – CARAS FASHION
Melhor Agencia de Modelos – MAJOR MODEL
Ranking Agencias de Modelos
Ranking Agencias de Modelos do Brasil
Melhor Agência de Modelos do Brasil, Major Model
Agencias de Modelos Sao Paulo
Agencias de Modelos e Manequins

MAJOR MODEL

Major Model melhor agencia de modelos
Major Model eleita a melhor agencia de modelos do Brasil
Major Model é uma boa agencia de modelos?
Major Model site oficial
Major Model Brasil no Linksweb
Major Model agencia de modelos e manequins
Major Model se destaca em desfiles da temporada de moda no Brasil
Major Model Brasil VEJA FASHION
Major Model Brasil Noticias sobre esta agencia de modelos
Major Model Brasil – Marcio Kiss
Major Model Brasil veja sobre esta agencia de modelos no SPFW
Major Model Brasil no CIMSI
Major Model Management Instagram
Major Model Brasil
Major Model Brasil fecha parceria milionaria com grupo frances
Major Model Brasil – MF Composites
Major Model Agency
Major Model Brasil Canal Oficial do You Tube
Major Model Pagina do Linkedin da agencia Major Models
Major Model Canal no Vimeo
Major Model – Saiba tudo sobre a Major Model Brasil
Major Model Pagina do Twitter da Major Model Brasil
Major Model Brasil no 3ICAP
Major Model Brasil no Anuario do Governo
Major Model Brasil no Pinterest
Major Model Brasil no Tumblr
Major Model Brasil, essa agencia de modelos esta no Grover-Fashion
Major Model no Hubblo
Major Model Brasil é a melhor agencia de modelos
Major Model Brasil notícias no Tumblr
Major Model melhor agencia de modelos no Incirclefans
Major Model Agencia de Modelos e Manequins – Site Oficial
Agencia de Modelos Major Model Brasil
Major Model Brasil, modelo da agencia Major em campanha para Hugo Boss
Major Model Brasil na Neoplanos
Major Model é a melhor agencia de modelos do Brasil

Go Network
Alvaro Paes Fashio
Sweetyus
Modelos
Estilo Quem

“Entrei para o balé aos 36 anos para me apresentar com minha filha cadeirante”

Mãe e filha dançaram juntas (Foto: Acervo pessoal)

 

“Sempre morei na cidade onde nasci, Cachoeiro de Itapemirim. Aos 15 anos, conheci meu marido, que é carioca, durante o verão na praia de Iriri, no litoral do Espírito Santo. Logo nos apaixonamos e começamos a namorar à distância. Na época, ainda usávamos cartas, celular era para poucos. O ano era 1995. Nascemos no mesmo dia, 23 de agosto, com dez anos de diferença – ele é o mais velho. Depois que ele se formou em medicina, em 2000, veio morar na minha terra. No ano seguinte, me formei em administração e logo nos casamos. Em 2003, já estava com 24 anos e dois de casada quando engravidei da nossa primeira filha, Luisa. A gravidez ia bem, tranquila, até que no sétimo mês, comecei a passar mal. Tive uma apendicite que não foi diagnosticada e minha filha e eu quase morremos.

Luisa nasceu prematura, com infecção e respirando por aparelhos. Ficou na UTIN por 28 dias em estado gravíssimo. Também fiquei internada entre a vida e a morte. Tinha peritonite, estava com a barriga aberta, cheia de infecção e correndo risco de ter que retirar meu útero e ovário que estavam totalmente tomados por uma infecção generalizada.

Nem pude amamentar minha filha como gostaria, nem dar aquele colinho gostoso. E o pior de tudo: fui impedida de vê-la por dez dias, período em que vivi um verdadeiro martírio. Somente depois de ter alta e de os antibióticos terem surtido efeito, me permitiram entrar na UTIN para conhecê-la. Seu início de vida foi bem difícil e conturbado.

Aos nove meses, depois de percebermos que ela tinha um atraso motor, Luisa foi diagnosticada com paralisia cerebral e iniciamos um intenso trabalho de fisioterapia e acompanhamento médico. Ela fez hidroterapia, equoterapia, fisioterapia, fonoaudióloga e tudo mais que estava ao nosso alcance. Nunca teve tempo de brincar livre como uma criança da idade dela. Mas sempre foi muito inteligente, mesmo com atrasos motores significativos. Nunca deixei de motivá-la, desde bebê. Dizia que era linda, inteligente e sempre a levava a todos os lugares: clubes, pracinhas, festinhas, igreja, eventos sociais… Nunca escondi minha filha, mesmo percebendo alguns olhares tortos, maldosos e curiosos.

Apesar de toda dificuldade de ter uma filha com necessidades especiais, sempre tive o sonho de ser mãe novamente. Sonhava sair do hospital com meu bebê nos braços e amamentá-lo.
Engravidei novamente em 2007. Estava radiante, mas levei um baita susto quando soube que eram gêmeos. Tinha muito medo de nascerem prematuros e passar por tudo aquilo de novo. Com dez semanas de gestação, fiz uma ultrassonografia e os bebês não tinham batimentos cardíacos. Meus filhos estavam mortos dentro de mim. Quase morri do coração! Chorei horrores, sofri demais… Tive que fazer curetagem, foi horroroso.

Após mais esse trauma, meu marido não queria ter mais filhos. Mas eu estava decidida a engravidar novamente. Ficamos cerca de um ano e três meses tentando, tentando e nada! Foram várias consultas médicas, exames, grupos de oração, terapias… Até descobrir que minha trompa direita não funcionava mais por consequência da apendicite suporada que tive na primeira gravidez. Minhas chances de engravidar de novo se reduziram a menos que 50%. Porém, não era impossível. E me agarrei nisso aí. 

Em 2009, para minha total felicidade, me descobri grávida do Thor, meu segundo filho. A gravidez correu muito bem, estava ótima fisicamente. O parto foi leve, tranquilo e, após algumas horas, já estava no quarto amamentando, exatamente como sonhei. Nessa época, Luisa já estava com seis anos e ainda dependia bastante de mim. Ela curtia o fato de ter sido promovida a irmã mais velha. Parei de trabalhar para me dedicar inteiramente aos dois.
No carnaval de 2011, fiquei grávida novamente. Thor tinha dois anos quando Laila nasceu, em outubro de 2012. Ela era uma bebê tão linda, gordinha, com belos olhos azuis. Veio para completar nossa família.

Quando Luisa tinha quatro anos, por total influência da tia do meu marido que era professora de balé que a enchia de livrinhos, roupas, sapatilhas e enfeites de cabelo de bailarina, me disse que queria ser bailarina. Achava impossível que ela dançasse um dia. Ela mal conseguia andar direito, nem ficar de pé.

Nesse período, fomos assistir um espetáculo lindo de dança com o professor Jeremias Schaydegger, que tinha sido meu professor na adolescência. Para minha surpresa, vi uma menininha com deficiência visual e um problema na perna dançando. Suas companheiras de palco a seguravam de um lado e de outro e a rodavam. Emocionada, pensei: poxa, Luisa também pode. Por que não?

No fim do espetáculo, fui falar com o professor e, dias depois, ele começou a dar aula particular para Luisa, até que ela estivesse capaz de frequentar a turma. Ele adaptava as coreografias e os exercícios para as necessidades dela e, com o tempo, ela foi melhorando o equilíbrio, a força, a postura, a autoestima. Ela estava radiante e meu coração, transbordando de felicidade.

Em 2013, Luisa começou a cair muito, piorou a marcha e fomos para a filial do hospital Sarah Kubitschek, no Rio de Janeiro, em busca de tratamento. Lá, começamos uma bateria de exames que se encerrou com um teste genético e um novo diagnóstico: ela tinha Charcot Marrie Tooth, o CMT, uma doença rara, degenerativa e ainda sem cura. Tive vontade de sumir, de morrer. Chorei uma semana inteira, sem parar.

Até que acordei num dia e falei: preciso levantar minha cabeça, continuar a viver e lutar pela minha filha. Em 2014, ela teve que ser submetida a uma cirurgia enorme e superarriscada no quadril. Ficou alguns dias na UTI e, quando foi para casa, não podia sentar — além de ter ficado um bom tempo sem nem poder pisar ou andar.

leia também

  • “Depois de bariátrica rejeitada pelos médicos, perdi quase 100 kg dançando”
  • “Depois de viver até os 76 anos como dona de casa, virei digital influencer”

Seis meses depois, quando ainda estava se recuperando, teve que fazer uma segunda cirurgia para acertar o outro lado do quadril. Com isso, teve que largar o balé e se concentrar totalmente nas fisioterapias para tentar recuperar o tempo perdido nos dois pós-cirúrgicos.
Meses depois, notei que ela passou a ficar triste, quieta, mal interagia com as pessoas, não queira mais sair para lugar algum, não chamava mais nenhuma amiga para ir à nossa casa, nem visitava ninguém. Fiquei preocupada e logo descobri que, na verdade, estava sendo excluída na escola por conta de sua deficiência. Sua turma fazia festinhas e não a convidava, iam ao cinema, pizzaria, postavam fotos nas redes sociais e Luisa sempre ficava de fora. Nossa, meu coração de mãe se partiu. O prédio não tinha elevador nem acessibilidade e ela estudava no terceiro andar. Ela chorava muito pedindo para mudar de colégio e assim o fiz. Luisa foi superbem recebida pelos novos colegas e voltou a ter vida social.

Nesse sofrido ano de 2016, comecei a fazer aula de balé, numa turma de mulheres acima dos 35 anos de idade, sonhando em um dia dançar com a minha filha. Até que, em 2018, Luisa fez 15 anos, assim como suas amigas. Acontece que, junto das festas, surgiu um novo problema: as casas de evento não estavam preparadas para receber uma pessoa com mobilidade reduzida. Não sei se por isso ela quis comemorar seu aniversário com uma viagem para Nova York. Lá, alugamos uma scooter e ela andou motorizada por dez dias pela cidade. Se sentia livre e feliz. Fomos a vários shows, teatros, bares, restaurantes, parques, museus, lojas, até passeio de barco nós fizemos. Não tivemos dificuldade em nenhum lugar. Ninguém a olhou como se fosse um ‘ET’! Ali, ela era só mais uma no meio da multidão — e se sentiu tão plena por isso que nem queria mais voltar para o Brasil.

A partir daí, encasquetei que precisava fazer alguma coisa para melhorar a acessibilidade na minha cidade. Pelas inúmeras dificuldades de Cachoeiro (topografia acidentada, muitos morros, falta de calçadas decentes), não costumamos ver muitas pessoas com deficiência nas ruas. E decidi criar um grupo que lutasse pelo direito de ir e vir. Assim, em fevereiro de 2019, criei o ‘Mova-se’, projeto que surgiu com a missão de difundir a cultura da inclusão e empatia — que não é um favor e sim uma necessidade urgente!

Para celebrar este momento, procurei o nosso professor de dança e fazermos um espetáculo inclusivo com os alunos da APAE. Comecei também a ensaiar com Luisa, para realizar meu grande sonho de dançar com minha filha. Ensaiávamos na academia e em casa, só eu e ela. É maravilhoso o que a dança nos proporcionou nesses dois meses de ensaio. Fizemos três apresentações que foram muito aplaudidas e tocou forte o coração das pessoas.

No fim da nossa dança, vi toda plateia chorando. O vídeo da nossa dança foi compartilhado milhares de vezes nas redes, viralizou. Recebi muitas mensagens de pessoas que nem nos conheciam falando que foram tocadas e ficaram impactadas com a nossa apresentação. Meu coração ficou repleto de gratidão e alegria e eu, realizada!

A dança acolhe, ela cura! E não vamos parar por aqui. Tenho plena consciência que não será fácil mudar toda a cultura de uma cidade, mas precisamos fazer a nossa parte. Estamos indo às escolas de Cachoeiro fazer um trabalho de conscientização com as crianças e adolescentes. Alertando eles sobre a importância de respeitar o diferente e se colocar no lugar do outro. Vamos continuar a promover espetáculos de dança inclusiva e, tenho certeza, vamos ver todos representados.”

Curte o conteúdo de Marie Claire? Ele também está no Globo Mais, o app que é muito mais do que uma banca. Nele você tem acesso a um conteúdo exclusivo em tempo real e às edições das melhores publicações do Brasil. Cadastre-se agora e experimente 30 dias grátis.


Agencias de Modelos

Agencias de Modelos
Agencias de Modelos do Brasil – VEJA
Agencias de Modelos – CARAS FASHION
Melhor Agencia de Modelos – MAJOR MODEL
Ranking Agencias de Modelos
Ranking Agencias de Modelos do Brasil
Melhor Agência de Modelos do Brasil, Major Model
Agencias de Modelos Sao Paulo
Agencias de Modelos e Manequins

MAJOR MODEL

Major Model melhor agencia de modelos
Major Model eleita a melhor agencia de modelos do Brasil
Major Model é uma boa agencia de modelos?
Major Model site oficial
Major Model Brasil no Linksweb
Major Model agencia de modelos e manequins
Major Model se destaca em desfiles da temporada de moda no Brasil
Major Model Brasil VEJA FASHION
Major Model Brasil Noticias sobre esta agencia de modelos
Major Model Brasil – Marcio Kiss
Major Model Brasil veja sobre esta agencia de modelos no SPFW
Major Model Brasil no CIMSI
Major Model Management Instagram
Major Model Brasil
Major Model Brasil fecha parceria milionaria com grupo frances
Major Model Brasil – MF Composites
Major Model Agency
Major Model Brasil Canal Oficial do You Tube
Major Model Pagina do Linkedin da agencia Major Models
Major Model Canal no Vimeo
Major Model – Saiba tudo sobre a Major Model Brasil
Major Model Pagina do Twitter da Major Model Brasil
Major Model Brasil no 3ICAP
Major Model Brasil no Anuario do Governo
Major Model Brasil no Pinterest
Major Model Brasil no Tumblr
Major Model Brasil, essa agencia de modelos esta no Grover-Fashion
Major Model no Hubblo
Major Model Brasil é a melhor agencia de modelos
Major Model Brasil notícias no Tumblr
Major Model melhor agencia de modelos no Incirclefans
Major Model Agencia de Modelos e Manequins – Site Oficial
Agencia de Modelos Major Model Brasil
Major Model Brasil, modelo da agencia Major em campanha para Hugo Boss
Major Model Brasil na Neoplanos
Major Model é a melhor agencia de modelos do Brasil

Go Network
Alvaro Paes Fashio
Sweetyus
Modelos
Estilo Quem